Seria o Sábado Cerimonial?

Muitos irmãos que não admitem a diversidade de leis na Bíblia, afirmam que o Sábado é cerimonial. Valem-se de certas passagens isoladas e deslocadas das Escrituras, para garantirem que o Sábado está nulo hoje. Mas, que diz a Bíblia?
O Santo Livro faz referência clara e insofismável a dois Sábados. A saber: o sábado cerimonial e o Sábado moral. Trocado em miúdo: Um de Deus e outro do homem. Um abolido, outro em vigor. Um é o Sábado do sétimo dia da semana. O outro ocorria em datas fixas do ano, como se fora um feriado nacional. Era apelidado de Sábado porque ao chegar revestia-se de toda a solenidade do santo Sábado do Senhor. Eram os “FESTIVAIS” sabáticos (Isaías 1:13; Oséias 2:11).

SÁBADOS MORAIS
Consideremos, em primeiro lugar, o Sábado do sétimo dia da semana, pois é o dia de guarda estabelecido por Deus, após a criação do mundo. Santificado, separado e abençoado. É ele encontrado na Bíblia em vários lugares, dos quais destacamos: Êxo. 20:8-11; 23:12; 31:15; 35:2; Mar. 2:28; Mat. 24:20; Apoc. 1:10 (João o denominava “O Dia do Senhor”, etc).

É O ÚNICO DIA ABENÇOADO E SANTIFICADO POR DEUS
“E abençoou Deus o sétimo dia, e o santificou…” Gên. 2:3. (Mais: Êxo. 20:11; 31:14; 35:2; Deut. 5:12; Jer. 17:22,27; Eze. 20:20, etc.).

É TAMBÉM UM SINAL ENTRE DEUS E SEUS FILHOS
“E santificai os Meus sábados, e servirão de sinal entre Mim e vós…” Eze. 20:20. (Mais: Êxo. 31:13, 17; Eze. 20:12; Apoc. 7:2 e 3; 9:4, etc…).

DEUS OS CHAMA DE “OS MEUS SÁBADOS”
“Guardareis os Meus Sábados…” Lev. 19:30. (Mais: Lev. 19:3; Êxo. 31: 13; Lev. 26:2; Isa. 56:4; Eze. 20:12, 13, 16; 20:21, 24; 22:8,26; 23:38; 44:24, etc…).

SÃO TAMBÉM CLASSIFICADOS DE SÁBADOS DO SENHOR
“…Amanhã é repouso, o santo Sábado do Senhor…” Êxo. 16:23. (Mais: Êxo 16:25; 20:10,11; 31:15; Lev. 23:38; Deut. 5:14; Nee. 9:14, etc…).
Prezado irmão, por estas passagens bíblicas, não há dúvidas de que o Sábado do sétimo dia da semana é o quarto mandamento da santa, justa e boa Lei de Deus (Rom. 7:12). E este Sábado foi abonado da seguinte maneira, por Seu Criador, o Senhor Jesus: “E orai para que a vossa fuga não aconteça no inverno NEM NO SÁBADO” (Mat. 24:20). E arremata categoricamente: “…assim o Filho do Homem, até do SÁBADO É SENHOR.” (Mar. 2: 28).
Eis portanto diante de você o santo Sábado do Senhor. O selo da criação, que revela e aponta Deus como o verdadeiro e único Criador de todas as coisas. Por conseguinte, este mandamento é parte integrante da Lei Moral, e classificado por Deus como: “DIA SANTIFICADO”, “MEU SÁBADO” e “SÁBADO DO SENHOR.”

SÁBADOS CERIMONIAIS
O tratamento que Deus dá a estes sábados é bem diferente. Apelo ao Espírito Santo para que o irmão alcance esta diferença e a faça valer.
DEUS OS CHAMA DE “OS VOSSOS SÁBADOS”
“…duma tarde a outra tarde, celebrareis o vosso sábado.” (Lev. 23:32).
TAMBÉM CLASSIFICA O SENHOR DE “OS SEUS SÁBADOS”

“E farei cessar… as suas luas-novas, e os seus sábados…” Oséias 2:11.
(Mais as passagens: Lev. 16:29-31; 23:5-8, 15-16, 24, 37, 39; 26:34, 35, 43; Lam. 1:7; (2:6); Isaías 1:13 e 14.

Esses sábados cerimoniais eram em número de sete. Eles tinham uma finalidade: “Eram sombras das coisas futuras” (Heb. 10:1). Aconteciam durante o transcorrer do ano judaico. Eram datas fixas em dias móveis; data fixa quer dizer um dia de determinado mês. Dia móvel indica que esse dia podia cair numa segunda-feira, quarta, sexta, etc. Quando o sábado cerimonial caia no Sábado do sétimo dia, este era considerado “Sábado grande”. João 19:31.
Exemplo: 15 de Novembro é feriado nacional, mas ele não cai todos os anos no mesmo dia da semana. Há ocasiões em que ocorre na segunda, quinta, domingo e até mesmo no Sábado.
Veja, então, a data é fixa: 15 de Novembro. Mas o dia é móvel: pode cair em qualquer dia da semana, e quando acontece, é feriado. Eram feriados fixos. Esses festivais sabáticos estão em Levíticos capítulo 23 e eram os seguintes:

  • 1º Sábado – Páscoa – 15º dia do primeiro mês
  • 2º Sábado Festa dos Pães Asmos – 21º do primeiro mês.
  • 3º Sábado – Festa das Prímicias(Pentecostes) – 6º dia do terceiro mês.
  • 4º Sábado – Memória da Jubilação(Festa das Tormbetas) – 1º dia do sétimo mês.
  • 5º Sábado – Dia da Expiação(Yonkipur-Grande yoma) – 10º dia do sétimo mês.
  • 6º Sábado – 1º Dia da Festa dos Tabeernáculos – 15º dia do sétimo mês.
  • 7º Sábado – Último dia da Festa dos Tabernáculos – 22º dia sétimo mês.

Esses dias eram chamados sábados, porque, ao chegarem, imprimiam na mente dos israelitas a mesma santidade do Sábado semanal. Como vê, irmão, nesse exaustivo consultar da Bíblia, denota-se que há uma diferença entre o Sábado de Deus (semanal) e o Sábado do homem (cerimonial).


Efetivamente, há um abismo entre os dois. O Sábado semanal Deus chama de “MEU SÁBADO” e “SANTO SÁBADO”, e o sábado cerimonial classifica-o de “SEU SÁBADO” e “VOSSO SÁBADO”. O Sábado do homem está sempre ligado com cerimônias, abluções, ofertas, manjares, e ordenanças, ao passo que o de Deus está ligado com ações morais.


Se alguém ainda duvida, tome a Bíblia novamente e vamos ler pausadamente: “ALÉM DOS SÁBADOS DO SENHOR…” (Lev. 23:38). Veja a clareza da expressão divina: “ALÉM… dos Sábados do Senhor.” Denota-se seguramente a existência de outros sábados. (Efetivamente, os sábados cerimoniais).


Sabe irmão, o Sábado semanal foi instituído na criação, e nele Deus descansou. O Sábado cerimonial foi instituído no Sinai, e nele Deus não descansou. O Sábado do sétimo dia era guardado 52 vezes ao ano (uma vez por semana); o cerimonial o era 7 vezes ao ano. O Sábado do sétimo dia foi criado antes da queda do homem; o cerimonial, após a entrada do pecado. O Sábado do sétimo dia da semana foi criado “no ambiente da original perfectibilidade edênica, em que o homem, sem a jaça do pecado, privava com o seu Pai Celestial.”
– Subtilezas do Erro, pág. 136.

Por isso ele é exclusivamente moral.


“O Sábado parece ter sido ordenado aos nossos pais logo que foram criados; e juntamente com a instituição do casamento constituem as únicas relíquias que nos restam da vida sem pecado no paraíso. O mandamento de santificá-lo foi incluído entre os Dez Mandamentos, a lei moral, QUE É DE OBRIGAÇÃO PERPÉTUA.”

– Comentário do Evangelho de São Mateus, Vol. 1, pág. 344, de John A. Broadus (teólogo Batista)


“O Sábado é de OBRIGAÇÃO PERPÉTUA… A sua instituição antedata o Decálogo e forma parte da Lei Moral.”
– Teologia Sistemática, pág. 408, de A.H. Strong (teólogo Batista)


Bem irmão, como o Sábado do Decálogo não é cerimonial, pelo que foi apresentado neste estudo, e alicerçado nestas duas declarações, reasseguro-lhe: Ele não foi abolido, e agora ficará fácil entender as passagens de Isaías 1:13; Oséias 2:11; Colossenses 2:16; Romanos 14:5 e Gálatas 4:10, etc., não é?


SÁBADO SEMANAL SÁBADO CERIMONIAL

Instituído na criação.(Gên.2:1-3)

Instituído no Sinai.(Lev.23)

Deus descansou.

(Gên.2:1-3)

Deus não descansou.

Deus mesmo anunciou e escreveu. Êxo. 31:18

Moisés escreveu

(Êxo. 32:15 e 16 e

Deut. 31:24-26).

Guardado cada semana (Êxo. 20:8). Guardado uma vez por ano.
O quarto mandamento não fala de sábados anuais, sim semanais.

Sábado anual não abrange
sábados anuais
(Êxo. 20:8). dos do Senhor (Lev. 23:37 e 38).

É um sinal eterno (Êxo.31:16 e 17) Devia cessar (Oséias 2:11).
Não foi abolido (Atos 15:21;17:1 e 7) Acabou-se na cruz (Efé. 2:14 e 18:4; Mat. 24:20; Luc. 23:56 Col. 2:14-17).

Deus o chama de Meu Sábado.(Eze. 20:20; Lev. 19:30)

Deus o chama seu Sábado

(Oséias 2:11; Isaías1:13).

Texto: Lourenço Gonzales

Comente


  1. antonio jose ribeiro neto

    depois do meu comentario tem dois; do jeferson ribeiro e dopaulo rogerio. Gostaria que eles ou outros desse uma resposta do meu comentario, e não ficasse titubiando ou fazendo rodeios.Em resposta ao jeferson ribeiro; Jesus trabalhou sim no sábado o shabat. e quem diz isso é a bíblia. e por que voce desmente a bíblia? e quando a bíblia cita o sábado é somente sobre o shabat ou sobre os shabatis, e nunca sobre o sábado gregoriano, muito usado como dia de descanso corporal e social pelos atuais sabadistas. Na verdade quando não tem o shabat do decalogo como o dia de descanso como os judeus, fazem. É apenas uma imitação.
    Quanto ao Paulo rogério quero lhe perguntar: por que voce não citou os outros versículos de LV.23? Pois bem, Em LV.23.2-4. Se fala do sábado cerimonial, o sábado do sétimo dia. nestes textos fala que o sábado do sétimo dia é solene. Ora amigo se é solene é cerimonial.Se voce nunca viu os judeus guardar o sábado do sétimo dia chamado de shabat, assista pela internet.Entre em algum site de algum judeus e aprenda, qual é o verdadeiro sábado que voces que são adventistas e outros que são sabadistas do sábado gregoriano.