Livro Do Sábado para o Domingo

Do Sábado para o Domingo – Bacchiocchi

samuelle-sabadoUma Investigação do Surgimento da Observância do Domingo no Cristianismo Primitivo

 Autor: Samuele Bacchiocchi

 A questão da origem da observância do domingo tem exercido uma atração muito grande sobre os estudantes de “História da Igreja Primitiva” nas últimas duas ou três décadas. Isto, deve-se a duas razões principais.

Por um lado, a sempre crescente não observância do Dia do Senhor em resultado da transformação radical do ciclo semanal, causada pela complexidade da vida moderna e pelo progresso científico, tecnológico e industrial, leva a um sério reexame do significado do domingo para o cristão hoje. Para realizar uma correta reavaliação teológica do domingo é necessário investigar sua base bíblica e sua origem histórica.

 Por outro lado, os vários estudos sobre este assunto, embora excelentes, não oferecem uma resposta totalmente satisfatória em virtude da falta de consideração de alguns dos fatores que na Igreja dos primeiros séculos contribuíram para o surgimento e desenvolvimento de um dia de adoração diferente do sábado judaico.

Por esta razão, o livro do Dr. Samuele Bacchiocchi é muito oportuno. Ele levanta novamente o estudo deste sugestivo tema e, ao analisar criticamente os vários fatores — teológicos, políticos e pagãos — que de alguma modo influenciaram a adoção do domingo como um dia de culto cristão, e se esforça para proporcionar um quadro completo da origem e progressiva configuração do domingo até o quarto século.

É uma obra que se recomenda a si própria pelo seu rico conteúdo, o rigoroso método científico, e o vasto horizonte com o qual foi concebida e executada. Isto é uma demonstração da singular habilidade do autor em abranger vários campos a fim de captar os aspectos e elementos relacionados com o tema que está sendo investigado.

Mencionamos a tese que Bacchiocchi defende quanto a origem do culto dominical: Para ele é mais provável que este culto tenha surgido, não na primitiva Igreja de Jerusalém, bem conhecida por sua profunda ligação às tradições religiosas dos judeus, mas na Igreja de Roma.

O abandono do sábado e a adoção do domingo como o dia do Senhor são o resultado de uma interação de fatores cristãos, judaicos e pagãos. O evento da ressurreição de Cristo, ocorrido neste dia, tem naturalmente uma importância significativa. Seguindo a ordem da história da Redenção, o autor começa sua investigação com a tipologia messiânica do sábado no Velho Testamento e prossegue examinando como isto encontra seu cumprimento na missão redentora de Cristo.

A estrita orientação científica da obra não permite ao autor revelar seu profundo interesse religioso e ecumênico. Cônscio de que a história da salvação não trata de rupturas, mas de continuidade, ele encontra na redescoberta dos valores religiosos do sábado bíblico uma ajuda para restaurar o antigo caráter sagrado do Dia do Senhor. Esta é, na realidade, a exortação que já no quarto século os bispos dirigiram aos crentes, ou seja, que não deviam passar os domingos em passeios ou apreciando espetáculos, mas sim santificá-los, ao assistir a celebração eucarística e praticar atos de piedade. (St. Ambrose, Exam. III 1.1).

Sobre o autor

Dr. Samuele Bacchiocchi (1938-2008) foi o primeiro não-católico a se formar na Pontifical Gregorian University, em Roma, tendo recebido uma medalha de ouro do Papa Paulo VI por conquistar a distinção acadêmica summa cum laude por sua tese: Do Sábado Para o Domingo: Uma investigação histórica do surgimento da observância do domingo no cristianismo primitivo.

Nesse trabalho, Bacchiocchi, um adventista do sétimo dia, mostrou que não há nenhuma ordem escriturística para mudar ou eliminar a guarda do sábado e apontou o papel  preponderante da Igreja Católica na efetivação dessa mudança. O professor indicou ainda o anti-judaísmo e a adoração pagã ao Sol como fatores de abandono do sábado e influência na adoção do domingo.

Ele evidenciou o anti-judaísmo latente nos escritos de alguns líderes cristãos do segundo século que “testemunharam e participaram no processo de separação do judaísmo que levou a maioria dos cristãos a abandonar o sábado e adotar o domingo como novo dia de adoração”.

Autor de vários livros, era professor de teologia aposentado da Andrews University, no Estado do Michigan, e faleceu em 20 de dezembro de 2008, um sábado.

Capítulos:

Capítulo I- Introdução – A Atual Crise do Dia do Senhor

Capítulo II – Cristo e o Dia Do Senhor

Capítulo III – As Aparições Pós-Ressurreição e a Origem da Observância do Domingo

Capítulo IV – Três Textos do Novo Testamento e a Origem do Domingo

Capítulo V – Jerusalém e a Origem do Domingo

Capítulo VI – Roma e a  Origem do Domingo

Capítulo VII – Anti-Judaísmo nos Pais da Igreja e Origem do Domingo

Capítulo VIII – O Culto do Sol e a  Origem do Domingo

Capítulo IX – A Teologia do Domingo

Capítulo X – Retrospectiva e Perspectiva

Apêndice – Paulo e o  Sábado 

Referências

BACCHIOCCHI S. From Sabbath to Sunday.  A Historical Investigation Of The Rise Of Sunday Observance In Early Christianity.  Vidimus et aprobamus ad normam Statutorum Universitatis Romae, ex Pontifícia Universitate Gregoriana die 25 iunii 1974

Comente


  1. José Neto

    Cristo não aboliu nenhum dos mandamentos do Decálogo. A verdade é que os inimigos do sábado desprezaram o mandamento de Deus para guardar as tradições de homens. Em nenhuma parte da Bíblia Deus manda guardar o domingo,nem Jesus fala nada sobre esse dia. Veja agora a comparaçao do falso com o verdadeiro: diz o original: Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Exôdo 20,8. Agora,observe o adulterado pelo homem: Guardarás domingos e festas.



  2. Robson Silva

    Meus amigos e irmãos!
    Que maravilha ver como a verdadeira liberdade nos trazida por Cristo faculta expressões de ideias como as postadas aqui.
    Ser cristão é exatamente isto; ser livre para expressar conhecimentos e partilhá-los em toda e qualquer oportunidade. Isto é edificação! Parabéns a todos! Não vejo dificuldade alguma com o aceitar com Cristo os Seus 10 mandamentos (João 14:15 e 15:10). Quando compreendi a verdade e a necessidade de gradar o Sábado, isto aconteceu depois de estudo da Bíblia e com uma pergunta que fiz a mim mesmo: Robin; se os outros 9 mandamentos (princípios)do decálogo não foram abolidos, por que seria abolida apenas a guarda do Sábado? A ficha caiu e tomei minha decisão. Cuidado com o engano! Muitos só compreenderão esta questão apenas quando vier, e não está muito longe, a “obrigatoriedade da guarda do domingo por lei do Estado em apoio ao “soberano” interesse da “Igreja Romana”. Basta acompanhar o movimento ecumenista desde 1978 até agora em torno de evidenciar cada vez mais a santificação do domingo – Obrigado pelo espaço para minha postagem – O AMOR é a maior ciência do cristianismo verdadeiro; portanto, ninguém crie rivalidade com o outro por causa de compreensões diferenciadas, porque a vereda do justo é como a luz da aurora…ver Provérbios 4:18 – Amém – Robin. Contato: robin_1948@hotmail.com



  3. andre cabral

    O apostolo Paulo em sua Carta ao Galatas no 2:16 diz que orientar aos Cristãos de Galatas para que não se deixassem julgar pelos dias de festas, e pelos sábados. O apóstolo Paulo foi o evangelizador dos gentios e, os gentios não tinham o costume de adorar nos sábados. Sem dúvida não há no NT nenhuma determinação para mudança do sábado para o domingo. Mas, observem que após a ressureição de Cristo, esse assunto só foi tratado pelos Fariseus. O que temos é a recomendação de Paulo aos Galatas, rogando, implorando para que eles não se deixassem persuadir por causa dos dias de festa, e dos sábados.



  4. Thales Thamara

    Somos salvos pela graça de Cristo, e esta verdade é a base sobre a qual repousam todas as 28 doutrinas adventistas. Porque já fomos salvos pelo sangue de Jesus, em obediência a Ele, guardamos os seus mandamentos, como Ele próprio ordenou. Isso não é legalismo. É uma prova inconteste de que a obediência é o resultado de uma vida transformada por Cristo Jesus.



  5. Christiane Moura

    Amar o próximo é so um dos dez mandamentos, a salvação não está segura só em amar o próximo como a ti mesmo, mas em todos os mandamentos, inclusive a guarda do sábado, que por sinal o povo de Deus vai ser muito perseguido em relação a esse dia.não entendo como as pessoas fecham os olhos para esse mandamento, a Biblia está disponível a todos que por ventura querem consultá-la.



  6. Isaac

    João 14:15
    Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.
    O amor ao próximo é o cumprimento da lei, porque se vc ama ao próximo não vai rouba-lo ou mata-lo ou descumprir qualquer mandamento em relação a isso. O amor a Deus é o cumprimento da lei, pois se vc ama a Deus não vai adorar idolos ou ter outros deuses, ou trabalhar no dia em que Ele pediu para descançar.
    Então realmente o amor é o cumprimento da lei, sem dúvida nenhuma, agora veja uma coisa: se o amor é o cumprimento da lei o contrário disso, o ódio, seria seu descumprimento ok, então isso prova que a lei está em vigencia para ser cumprida pelo amor ou descumprida pelo ódio, e se ela está em vigência obedece-la se faz necessário, mas ela (a lei) deve ser obedecida pela ótica do amor e não da letra, pois a letra mata mas o espírito, que é onde cultivamos o amor e outros frutos, vivifica. Muitos assuntos da bíblia, especialmente o sábado e as profecias são foram escritos para todos entenderem, por isso a “polêmica”, mas os sábios entenderão (Daniel 12:10).



  7. humberto

    Muito bom este site pois fala de um Deus de bondade.



  8. Laerte moreira

    Fiz uma aliança com Deus na virada do ano e prometí a Ele guardar o Sábado até o fim.
    Nós evangélicos criticamos os católicos pelo descumprimento quanto a reverência às imagens. Esquecemos que estamos desobedecendo outro mandamento: a guarda do sábado.
    Louvo ao senhor porque Ele revelou-me essa verdade!…
    03-01-2011



  9. elis

    Concordo plenamento irmão Misael. Você captou o Espírito das Escrituras, é isso mesmo meu irmão!!!
    Parabéns pela sua clareza e intrepidez.



  10. GERALDO

    Misael,

    Muito sábio o seu comentário, é disso que precisamos de AMOR e Deus é amor, o resto são regras e sem amor não cumpriremos as regras.



  11. Misael

    Benção, paz e amor a todos.
    A questão não se resolve porque alguém pesquisou ou não a história. Ela se resolve com o Novo Testamento, onde estão os ensinamentos de Cristo e dos apóstolos e de Paulo, que, não sendo dos 12, foi escolhido por Cristo.
    A partir disso, leia-se que no Novo Testamento se diz:

    Romanos 13, 8: “A ninguém fiqueis devendo cousa alguma, exceto o amor com que vos ameis uns aos outros: pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei.”

    Romanos 13, 10: “O amor não pratica o mal contra o próximo; de sorte que o cumprimento da lei é o amor”

    Gálatas 5, 14:”Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”,

    Se mal não interpreto, tudo isso quer dizer que não devemos amar a lei (incluido a lei do sábado) mas devemos amar o nosso próximo, e amando o nosso próximo é que cumprimos a lei, toda a lei (incluindo a lei do sábado).

    O que está acontecendo com essa polêmica de sábado o domingo é que os ditos “cristãos” não estão se amando, vivem criticando-se uns aos os outros, vivem querendo saber mais do que os outros. Para esses “cristãos”, vale a advertência do Novo Testamento:

    Gálatas 5, 15: “Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede que não sejais mutuamente destruídos”.

    Não pretendo saber mais do que os outros irmãos. Só quero dizer que para um verdadeiro cristão, o amor ao próximo é a lei. Quem não ama ao seu próximo não ama a Deus, nem a Cristo nem ao Epírito Santo, nem o sábado, nem o domingo. Só ama a si mesmo.

    Também gostaria dizer que em Romanos 14, 5-6, a palavra “dia” já inclui o sábado, pois o sábado é um dia.
    Então:quem achar que o dia sábado deve ser o dia de adoração que seja por amor ao próximo (que é assim que se demonstra o amor a Deus, a Cristo), não por amor ao sábado. Quem achar que é o domingo que seja por amor ao próximo, não por amor ao domingo, etc.

    Para isso não é necessário pesquisar a história. Não devemos amar a história, mas ao nosso próximo.

    Novamente, paz, benção e amor para todos.
    Misael.



  12. Marcos

    O que a Bíblia diz? Sábado ou Domingo como dia de guarda? Qualquer um que leia a Bíblia vai ver claramente nas escrituras que é o Sábado. As pessoas querem inventar querem questionar, mas não tem jeito, está escrito. Deus disse e assim devemos fazer. Não tem o que questionar, o descanso sabático é fato. O problema é que muitos não querem viver pela fé e ficam questionando, filosofando, inventando coisas que não está escrito. Meus amados que ainda não descançam no Senhor aos sábados, não vá pelo que os seus pastores falam, vão pelo que está escrito, pelo que Assim diz O Senhor. Mais uma vez eu digo ninguém quer viver pelo o que está escrito, as pessoas são desobedientes desde que nascem e não aceitam as determinações de seus pais, e acabam se dando mal na vida. Meus queridos se Deus estiver batendo na porta do teu coração, não tranque a porta, mas abra a porta do teu coração e deixe Cristo trabalhar na tua vida. E eu tenho certeza que Ele vai te dizer que não só o sábado mas outros assuntos mal compreendidos no mundo cristão serão esclarecidos. Assuntos com “a verdade sobre a morte” , “o santuário” , e muitos outros. Quando entrares num site adventista não entre com preconceito em mente e sim com “o espírito dos bereanos”. Obrigado! E Que Deus os abençõem!



  13. Samuel

    … com sentimentos de amor e com sentimentos de justiça pois, a fé sem as obras é morta em sí mesma, e é exatamente por isso que quando Jesus curava um doente enquanto esteve aqui nessa terra, ele também dizia: “… vá e não peque mais.”, ou seja, vá e não transgrida mais a Lei de Deus, somente em Cristo vemos o ministério da Justiça em sua forma plena, onde o Amor e a Justiça se beijam, onde pela graça somos salvos, mediante a fé e testemunhamos do Amor que veio viver uma vida sem pecado, para nos limpar de nossos pecados e nos prover forças para vencer o mundo pois, Ele venceu o mundo, e essa é a vitória da Fé em que guardemos os mandamentos e mantemos a Fé em Jesus.



  14. Manoel

    Acredito piamente que as determinações divinas devem ser observadas, tanto no sentido de se identificar o que Ele deseja como de procurarmos fazer. Jesus Cristo em momento algum fez apologia contra os mandamentos de Deus. Ele realmente revogou leis. Tais leis tratavam apenas de punições contra as violações das normas. Observe-se que nos Dez Mandamentos não há nenhum preceito sancionador quando a quebra de mandamentos.
    O Grande Mestre, ao revogar as penalidades, institui de forma clara a lei do perdão, não compreendida por muitos. O moço rico questionou a Cristo sobre a salvação e Jesus lhe respendeu: Guarda os mandamentos. Então, é obvio que nada Ele tirou. Mas ressaltou que as ações cristãs devem ser realizadas com sentimentos de amor.



  15. Rosangela

    Se amarmos o nosso próximos como a nos mesmos e a Deus sobre todas as coisas é simplismente óbvio q seremos obedientes a Seus mandamentos e com amor os guardaremos,para q assim possamos nos reunir com o Próprio Deus..FELIZ SÁBADO !



  16. GERALDO

    DESSE JEITO VALDEMAR VOCÊ NÃO VAI GANHAR UMA ALMA, PARECE QUE SÓ OS ADVENTISTAS AMAM A LEI DE DEUS E SERÁ QUE TODOS AMAM MESMO? RESPONDA POR VOCÊ E NÃO PELOS OUTROS.



  17. VALDEMAR

    A GRANDE VERDADE É QUE TODOS OS ADVENTISTAS, ASSIN COMO DAVI AMA A LEI DE DEUS.
    ENQUANTO OUTROS ASSIN COMO DIABO, ODEIA A LEI DE DEUS. APOCALIPSES 12:17



  18. Gestor

    A maioria nunca teve razão!
    É verdade que quase todas as denominações não aderem ao sábado como uma instituição de Jesus(MC2:27;EX20:8a11), e talvez concientemente aderem ao domingo dos homens, mas todos que quiserem se tornar conhecerdores da vontade de Deus e buscarem com sinceridade, serão abençoados com conhecimento suficiente para escolherem qual é o melhor caminho a seguir. A bíblia oferece um caminho que não está na moda, e não é seguido pela maioria, mas traz felicidade e segurança.



  19. Gestor

    No meio evangélico se aceita o dízimo e as ofertas como sendo uma instituição de Deus, o Senhor. As primeiras referências e manifestações relacionadas a estas instituições aparecem no VELHO TESTAMENTO. Por isso, segundo os evangélicos, que creem na inutilidade do velho testamento, devem ser consideradas(O DÍZIMO E OFERTAS) como abolidas, devido a fazerem parte da LEI DE MOISÉS E DOS ANTIGOS RITOS ABOLIDOS NA CRUZ. O sábado foi relembrado aos homens no velho testamento. Moisés pediu ofertas no Velho testamento. O Dízimo foi ordenado no velho testamento.



  20. Gestor

    O Senso comum do céu inclui o sábado como normal, aceito, e o repouso neste dia é seguido por todos lá e será observado por nós quando subirmos em breve. Devemos manter o foco no equilíbrio em relação ao que damos ênfase em nossas campanhas evangelísticas-missionárias. O sábado é bíblico, Jesus o guardava, nós devemos imitar nosso mestre, mas não podemos tornar o sábado o centro de nossa pregação e sim uma das partes essencias anexadas ao conhecimento da salvação de Jesus Cristo na cruz.



  21. valeria

    com a guarda do sábado aprendi a ter mais tempo para o meu proximo e a ter um dia todo(24h)dedicado a Jeová me desligando das coisas materiais e me alimentando espiritualmente.Claro que não devemos dedicar só o sábado a deus,mas é que Deus o santificou(ou seja,o separou para Ele).Sou feliz por separr um dia da semana para me dedicar a minha vida espiritual e ajudar os outros como posso.



  22. Jobson

    Oi Uilma, muito legal o seu comentario. Realmente o mundo sera bem melhor quando nos procurarmos guardar os dez mandamentos, pelo poder do Espirito Santo.



  23. uilma

    não sou adventista mas gosto de ler a biblia e tenho certeza q as palavras de deus foram deixadas para ser colocada em pratica e nada q foi escrito se apagou,acho interesante pessoas param no dia de sabado para adorar um santo qualquer.mas ñ é capaz de adorar a deus nesse dia q ele deixou para irmos au encontro dele.DEUS deixou a lei dele para melhora nossa vida nesse mundo tão pecador,se fizese-mos u q estar escrito tenho certeza q ñ tinha tanta pedofilia,homicidios,inveja,intolerância com o proximo,crueldade.gente os mandamentos é uma coisa boa vcs colocam como se fosse pecado segui a lei de jesus.E tem q ser toda e não pela metade.deus não deixou metade de um peixe ou so as patas do leão ou ate mesmo vc só com o tronco.q cumpra-se toda sua palavra!



  24. emb

    conheço homens e mulheres sérios que buscam a Deus e
    procuram servi-lo fiélmente , dedicam suas vidas , vcs acha que Deus os deixariam enganados , não teria dito a estes milhões de seguidores fiéis que eles estão errados ? só vcs adventistas creem assim ,sejam inteligentes e pensen , esta exclusividade é só de vcs ? com tantos teólogos renomados e tementes a Deus, abram o coração para a correta interpretaão da biblia, apoie só nela…



  25. Ellen

    Eu sou adventista há 6 anos e hoje tenho 14 anos desde de bem pequena minha mãe me levava para a igreja com a minha irmã e é por isso que eu tenho certeza que a igreja verdadeira é a adventista do setimo dia



Curso Online Grátis

Cursos Bíblicos Online

Apocalipse

Você está prestes a começar uma maravilhosa aventura nas profecias da Bíblia (24 lições).

Daniel

Desvende o livro profético de Daniel. Conheça os mistérios revelados sobre o passado, presente e futuro.

Descobertas Bíblicas

Faça uma viagem pelos principais temas da Bíblia e conheça o plano de resgate que Deus oferece a você. Inscreva-se (26 lições)


Intimidade com Deus

A mais rica experiência de relacionamento entre a criatura e seu Criador pode ser vivida por você – saiba como. Inscreva-se (8 lições)


O Espiritismo

Tenha suas dúvidas respondidas sobre a teoria da imortalidade da alma: reencarnação, o estado do homem após a morte e a lei do karma. Inscreva-se (9 lições).


Sentimentos e Emoções

Deus quer Seu povo emocionalmente saudável e Ele mesmo propõe um plano para tratar e curar as feridas da alma. Inscreva-se (9 lições).


Ouvindo a Voz de Deus

Inscreva-se (27 lições).


Bíblia Fácil

Um jeito simples e fácil de aprender a Bíblia (18 lições).


Cursos em PDF (baixar)

Princípios- Respostas para o Fim

Esse curso apresenta os principais ensinamentos da Bíblia numa linguagem moderna e inteligente. (23 lições).


Família Feliz

A família está em crise no mundo de hoje. Esse é o motivo que nos levou a preparar o curso Família Feliz. (10 lições).